Governança corporativa e as melhores práticas

A GOVERNANÇA CORPORATIVA E AS MELHORES PRÁTICAS, E POR QUE ISSO É TÃO NECESSÁRIO?

“A governança é uma jornada, não um destino” (IFC-International Finance Corporation).

A necessidade de uma organização adotar as melhores práticas de governança está relacionada aos seus valores e princípios os quais levam a um alinhamento de interesses e práticas de forma a se obter a sustentabilidade e longevidade

O assunto “governança” é complexo e relativamente novo, mas trata da forma como uma organização é conduzida, ou seja, como são suas leis internas.

Segundo o “Código das Melhores Práticas de Governança Corporativa” do IBGC-Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, governança corporativa é “o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidasmonitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria e órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas.”.

Nas organizações que adotam as melhores práticas um Conselho de Administração não pode por exemplo olhar no espelho retrovisor, ou seja cabe a ele definir as macropolíticas e tem que ter a competência de decidir no longo prazo. O seu papel é dirigir, monitorar, incentivar e alinhar interesses. O foro de discussão no Conselho de Administração tem que ser de qualidade, ou seja, produtivo e direcionado à tomada de decisões.

A governança transforma a cultura interna, criando um ambiente de alinhamento com um sistema de prestação e contas estruturado e equilibrado.

A governança por si só não garante bons comportamentos, mas devido às suas práticas, acaba inibindo condutas inapropriadas nas organizações, porque a governança é pautada pela ética que por sua vez é relacionada à evolução humana.

Você pode Gostar