GESTÃO FINANCEIRA DE RESULTADOS, VOCÊ SABE O PAPEL DO GESTOR FINANCEIRO? E AS FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA UMA BOA GESTÃO?

A gestão financeira deve ser considerada como o coração da organização. Isto devido ao fato de que ela exige habilidades conhecimentos e técnicas de administração para tratar das entradas de recursos e suas aplicações.

Ainda, cabe salientar que é do gestor financeiro da entidade, a responsabilidade de cuidar não só da aplicação destes recursos, mas também dos custos, despesas e desembolsos ocorridos, considerando sempre a maximização dos lucros. Para tal, o gestor financeiro deve contemplar as estratégias organizacionais, cumprindo metas, elaborando e definindo orçamentos, viabilizar os investimentos dos setores, bem como realizar pagamentos de empregados, impostos, fornecedores, entre outros, sem prescindir do uso de ferramentas gerenciais.

Nesta dimensão, o papel do gestor financeiro, é o gerenciamento de áreas chaves da organização como, gestão do financiamento, dos investimentos e do reinvestimento dos lucros , itens que são da responsabilidade do gestor. Este profissional deverá, portanto, estar atento as variações econômicas e financeiras do mercado, para após análise e emissão de relatórios propor ações para diretoria no sentido de, se for o caso, aplicar os recursos excedentes ou mesmo solicitar aos agentes de financiamento novos contratos de empréstimos bancários, visando sempre a saúde financeira da empresa e a maximização dos lucros.

Para que o gestor financeiro possa melhor desempenhar seu papel na organização é imprescindível que ele conheça a composição da estrutura de capital da organização, suas fontes de financiamento, provenientes de capitais de terceiros (pondera-se que  no capital de terceiros estão incluídos  todos os recursos levantados pela entidade junto a credores, inclusive de empréstimos e financiamentos) e de capitais próprios (no balanço patrimonial, evidenciado pelo patrimônio líquido), no sentido de promover a redução do custo médio ponderado do capital ( Weighted Average Cost of Capital – WACC).

E em se tratando de custo médio ponderado do capital ou WACC destaca-se que este cálculo é utilizado na gestão financeira para poder aquilatar a taxa de desconto em cálculo projeções futuras de fluxo de caixa, ou mesmo na viabilidade de novos projetos no quesito financeiro. Em seus cálculos como a própria nomenclatura descreve são realizados a média dos capitais, de terceiros e próprios, que são na realidade as fontes de financiamento como referenciado anteriormente.

Gostou deste artigo? Quer saber mais sobre o Custo Médio de Capital, ou Weighted Average Cost of Capital – WACC? Aguarde a próxima edição.

Referências:

ASSAF NETO, A.; LIMA, F.G. Fundamentos de Administração Financeira. 2ª Edição. São Paulo: Atlas, 2014