Gestão de Crise em Tempos de Crise Coronavírus

Gestão de Crise em Tempos de Crise

No livro “Em Busca de Sentido” o autor (Viktor E.Frankl) relata sua experiência em busca do sentido da vida num campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Respeitadas as devidas proporções, nos deparamos neste momento de pandemia (coronavírus) com a necessidade de isolamento social e vivemos uma “existência provisória” que, segundo Viktor E. Frankl, é quando não conseguimos prever o final e com isso não conseguimos viver em função de um alvo ou meta futuros, e que toda a estrutura da vida interior se altera. Contudo há fontes de força para sobreviver onde “Aquele que tem uma razão para viver pode suportar quase tudo” (Nietzsche).

Nada mais propício de que agora possamos investir no autoconhecimento e em intensificar nossas forças e não nossas fragilidades, até porque o ócio costuma acentuar pensamentos negativos que nos impedem a formulação de um futuro. E por que não buscarmos mudanças perenes no sentido de não voltarmos ao ponto onde estávamos, mas que realmente possamos nos transformar?

O mundo está em constante transformação, especialmente depois desse choque externo denominado coronavírus, que nos traz lições práticas de vida em que a imprevisibilidade é o tema da vez, e que teremos que estabelecer novas rotinas, novas interações, trabalho remoto, alternativas viáveis de atividade profissional, dentre tantos outros. Certamente sairemos desta crise com novos hábitos e comportamentos.

Para as organizações e empresas, talvez se abram janelas de oportunidades para mudanças e evolução de comportamentos corporativos, dentre elas a importância de um time que compreenda os cenários e esteja alinhado aos objetivos e que com isso terão uma maior capacidade de reagir a mudanças e dificuldades que se apresentarem num ambiente instável.

Certamente essa crise vai passar!

Você pode Gostar